Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa da Gorda

Casa da Gorda

13.12.19

Desafio de escrita dos pássaros #14 - "Custódia procura emprego"

Gorda
(imagem retirada do Google)   Tema da semana: Não nasci para isto     - Muito boa tarde Sra. Custódia Reis de Bartolomeu Fajinhas. - Boa tarde só se for pa si que ist't'aqui tá um braseiro que mais parece que uma gaija se tá a candidatar a frango pa brasa. - Lamentamos. Vamos ligar o ar. O que a fez candidatar-se ao posto de assistente comercial na Bananas & Trombinhas Lda? - O meu marido. - Como assim? - O meu marido aicha qu’eu tenhe de fazer alguma coisa produtiva c’a (...)
11.12.19

Aporrinhamentos de Natal

Gorda
      Se a vida fossem só rosas as coisas não tinham graça e por isso há que arranjar questiúnculazinhas sem propósito para nos engalfinharmos em aborrecimentos desnecessários.  Andei pela Internet e também pelo interior desta minha cabeça depravada e constatei os seguintes seis desesperos quanto ao Natal de 2019:   1. As azevias têm glúten e lactose e ainda não arranjaram uma coisa alternativa para fazer na actifry para que fiquem menos gordurosas. Há marchas contra (...)
10.12.19

Isto de ter um cão

Gorda
(foto tirada em dezembro de 2009...e sim, fui eu que tricotei os fatos. shhhhh, nem um pio sobre esse assunto)     Aviso desde já que é preciso paciência e fôlego para este texto. Está muito grande, mas foi escrito com o coração na ponta dos dedos (mesmo que isso seja biológica e fisicamente impossível, se o meu coração estivesse nas falangetas, eu teria patinado por desagregação cardíaca)     Adoro animais e quem me conhece sabe que sou aquilo a que se costuma chamar de dog lover
06.12.19

Desafio de escrita dos pássaros #13 - "A pequena Custódia"

Gorda
      - Ai Clotilde tu pede-me um café com cheirinho que eu hoje sem bagaço não me oriento. - Porra, hoje isso tá fino! - Tu não t’imaginas o q’eu passei esta noite, m’lher. Deito-me sossegada e quando dou por mim estou a nadar em águas profundas. - Ai, sentiste-te a afogar? - Qual quê, eu era uma sereia. Quando olhei pa baixe e vi que nã tinha as 'nhas pernas fiquei em pânique. Se uma ‘ssoa tem cauda não tem nalgas e tu sabes que o meu cu vale oiro. Um cheire a peixe (...)
05.12.19

Pedaços da maternidade

Gorda
    Ontem, estava eu sentada na sanita a fazer coisas que só a mim dizem respeito, quando o meu filho irrompe pela casa de banho. Eu fiz aquilo que qualquer mãe carinhosa e dedicada deve fazer. Corri com ele. Quando saí perguntei-lhe “então o que é que querias mostrar à mãe?”. Era um desenho que ele tinha pintado e assinado com o primeiro nome. Fiquei babada porque o meu menino já consegue escrever o seu próprio nome, senti-me culpada porque não o deixei entrar para me (...)
05.12.19

Chega dezembro e é file mignon para o pobre

Gorda
(imagem que, lá está, foi extraída do Google)     O pobre não se pode apanhar com dinheiro. É ver o saldo com uns dígitos mais altos e larga-se a estourar dinheiro como um nababo. Mês de subsídio de Natal é dar com o pobre a levar o cão ao veterinário, a pagar as vacinas todas e ainda atira com um "meta-me aí também umas pipetas para pulgas e carraças". Parece monarquia. O pobre todo preocupado a levar o carro à revisão e a pagar o seguro da viatura. Os filhos ficam (...)
04.12.19

Prendas de Natal feitas por si

Gorda
(podia ser eu, porque tenho uma camisa de flanela igual a esta, mas é uma imagem do Google porque eu ainda não levantei a mesa do almoço)   Post não aconselhável a pessoas sensiveis, pessoas com joanetes no pé esquerdo e a pessoas que apreciam realizar trabalhos manuais.     Nesta magnifica senda para um Natal absolutamente soberbo há uma coisa que preocupa as pessoas: o que dar aos outros? Algum pingarelho que ainda não tenham, algum objeto que gostem, algo que comporte (...)
03.12.19

Não existe não, que eu nunca o vi

Gorda
(tirei esta foto ao Pai Natal o ano passado depois de o gajo ter ficado encravado na minha chaminé que estava entupida. Estou a brincar, tirei do Google, vocês também acreditam em tudo o que eu digo)       A fantasia é uma coisa boa, ou pelo menos gostamos de acreditar nisso cá em casa. Usar a imaginação é saudável e por isso tentamos que o pequeno herdeiro acredite no Pai Natal. Sei que hoje em dia há quem pense que isso não faz sentido, porque estamos a querer que a (...)
03.12.19

Não existe não, que eu nunca o vi

Gorda
(tirei esta foto ao Pai Natal o ano passado depois de o gajo ter ficado encravado na minha chaminé que estava entupida. Estou a brincar, tirei do Google, vocês também acreditam em tudo o que eu digo)       A fantasia é uma coisa boa, ou pelo menos gostamos de acreditar nisso cá em casa. Usar a imaginação é saudável e por isso tentamos que o pequeno herdeiro acredite no Pai Natal. Sei que hoje em dia há quem pense que isso não faz sentido, porque estamos a querer que a (...)
01.12.19

1º de Dezembro - Dia de montar a árvore, by Mitra Claus

Gorda
(esta soberba imagem foi retirada na minha sala, na sequência da montagem de árvore natalícia e ultrapassa em larga escala qualquer chapa profissional que consigam orientar num qualquer motor de busca, incha Google)   O texto que se segue é desadequado: a pessoas analfabetas de qualquer idade (por motivos óbvios); a pessoas que não gostam do Natal; a pessoas que gostam demasiado do Natal e que por isso não admitem que se faça pouco desta época; e a pessoas com níveis elevados (...)