Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa da Gorda

Casa da Gorda

Sab | 30.03.19

Concursos quotidianos permanentemente em voga

Gorda

 

 

 

Depois de uma conversa amena com um dos elementos da vizinhança, circunstância que me causa sempre alguma taquicardia acompanhada de falta de ar, tudo em resultado do stress imposto ao corpo que resulta da ansiedade por me ver livre dessa situação, decidi falar sobre os concursos da vida.

E o que é isso dos concursos da vida? Estará por esta altura uma mão cheia de pessoas a pensar. São aquelas situações de permanente competição, nas quais nos vemos envolvidos sem saber muito bem porquê, essencialmente porque são parvas.

Assim, e porque me parece que não me estou a sair muito bem no enunciado da questão, vou passar de imediato aos concursos.

 

1. O meu filho é melhor que o teu

Este subdivide-se em tantas categorias que eu decidi compilar numa só generalizada. É uma batalha perdida para o mundo, mas ganha na cabeça de cada mãe e de cada pai que de facto não consegue entender que o ser que trouxe ao mundo é só mais uma pessoa para povoa-lo. Comparam o filho com os filhos de toda a gente e, por mais voltas que se dê, os deles têm de ficar sempre por cima. Mesmo que depois se venha a saber que não sabem a tabuada do 2 e já vão no 7º ano.

 

2. O meu filho é mais bem comportado que o teu

É uma subcategoria do anterior, mas esta não podia deixar passar. Isto é gente que quer fazer acreditar que os seus filhos de 3 anos não fazem uma birra, não dizem uma asneira, não desarrumam um brinquedo, não pedincham um chocolate. Porra, esta gente não tem um filho, comprou um Nenuco há 3 anos e lava-o a sítios.

Na via das duvidas, quando me aparece gente desta peço para ver fotos da criança com vista a certificar-me de que é mesmo um ser humano. Se for peço a todos os santos para um dia os encontrar a todos no supermercado; normalmente vou dar com a mãe ou o pai a negociar enquanto o miúdo berra porque quer comprar uma alheira só para implicar.

 

3. O meu filho é mais irrequieto que o teu (ou, nos tempos modernos, é mais hiperativo que o teu)

Isto é gente que compete e não sabe perder nem a feijões. Isto é daquela gente que se estiver na competição 2 tem de ganhar, mas se houver um grupo a defender a 3 também molha a sopa. Falamos de gente que das três uma: ou tem 5 filhos e consegue que cada um fique numa categoria, ou o puto é bipolar, ou então o chavalo tem um azar do caraças porque os pais são parvos. Eu aposto na última.

Em pleno UFC* da hiperatividade do descendente estes pais não descansam, suam frio e maquinam tramoias que até aos putos deixam de olhos abertos.

- O meu no outro dia espalhou os Legos todos e depois recusou-se a apanha-los.

- Ai o meu desarrumou os Legos e espalhou-os em todas as assoalhadas da casa.

- Sim, mas o meu no outro dia abriu a porta e saiu de casa sozinho, só tem 3 anos.

- O meu com 2 lançou um haltere de 5 quilos pela janela e quase fez quinar o vizinho de baixo que ia despejar o lixo.

- O meu com 1 já tentava torturar o caniche com 2 fusíveis e uma toalha molhada.

- O meu com 6 meses tentou vazar-me uma vista ao cagar de esguicho para cima da minha cara. Nada me tira da ideia que ele fez pontaria.

- O meu quando nasceu trazia um documento com ele, quando abri vi que era o registo criminal. Trazia cadastro.

*UFC - Ultimate Fight Championship (é a liga que gere aqueles torneios de MMA onde a malta está numa espécie de gaiola a andar à trolha)

 

4. O meu filho é mais inteligente que o teu

Isto é gente que liga com o campeonato 1. Os filhos são sempre de uma espécie de supremacia intelectual, mas na maioria dos casos a vida pregou-lhes partidas e por isso não são tudo o que podiam ser. O facto de terem chumbado 3 vezes no 9º por faltas não tem nada que ver com isso.

Também há os que até têm filhos certinhos e que por isso têm de estar sempre a ver se são melhores que os outros.

- Ai o meu filho lê tanto que já lê na diagonal.

- Pois o meu já salta páginas porque sabe o que vem a seguir. Lê de grosso modo, é muita experiência.

Tá bem tá. É a Wikipédia e os resumos dos livros, é o que é.

Isto é gente capaz de dizer que o filho já citava Lobo Antunes aos 14 meses e ainda o desgraçado do homem não era publicado. É malta que garante que o filho começou a mijar de pé aos 8 meses e que a irmã foi ainda mais cedo.

 

5. Já viajei a mais sítios que tu

Fugindo ao registo dos pais e dos filhos passamos às competições entre adultos. Agora viajar é moda, as conversas nunca resultam numa troca de impressões sobre o sítio visitado, o Manel diz ao Joaquim que foi ao Egito e o Joaquim responde logo que também já foi não sei onde; não há cá nada daquilo de "ai que bom e gostaste?".

 

6. Eu corro mais do que tu

Há menos de 20 anos atrás andar a correr na rua era coisa de tolos. Não se via uma alma a correr na rua, a menos que fosse gente do atletismos. Agora o running ganhou uma projeção brutal e as pessoas competem entre si. Para isso inventam-se gadjets para os telemóveis que permitem às pessoas publicar - com evidências - as suas corridas. Colocam o percurso e a sua corrida cansados. Há sempre um hashtag que diz #noexcuses e uma contagem do total de quilómetros que já correram este ano. Estas publicações fazem-me sempre pensar que o zucherberg ainda podia melhorar o facebook, porque falta lá a escolha do "I don't give a fuck", porque quero lá eu saber se foste correr pá! Ainda bem para ti, meu. Adeus e boa tarde.

Esta malta fica doida com as corridas; medem tempo, falam disso na pausa do café, medem nano segundos entre eles e ficam doidos para acabar uma corrida mais depressa, com vista a receber uma medalha igual à do gajo que ficou no último lugar e um gelado da Olá perto do fim de prazo.

Boa! Ainda bem que corres mais do que eu. Vai lá Trovão, vai lá!

 

7. Eu como menos açúcar do que tu

"Olá, o meu nome é Jaqueline, não como açúcar há mais de 6 meses e sinto-me tão feliz que me apetece arrear umas porradas no tipo que me ficou com o lugar de estacionamento no shopping."

Jaqueline, acho que se comesses esta goma se te abririam os olhos e verias que ao lado desse lugar havia mais 2 vagos.

Estás frustrada e precisas de maltisers.

 

 

Para mais conteúdos podem sempre acompanhar a Gorda no Instagram.

Ou ainda na conta de Facebook.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.