Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa da Gorda

Casa da Gorda

Ter | 03.09.19

Meti-me no Desafio da Passarada - o início

Gorda

crazy bird.png

 

 

Meti-me numa salgalhada blogoesférica, diz que durante as próximas dezassete semanas vou participar num desafio organizado por uma maltinha aqui da terra dos blogues. O desafio consiste em escrever um texto curto sobre dezassete temas diferentes, um tema por semana. Como são só quatro meses, eu achei que era mesmo o que eu precisava e inscrevi-me. Estou sempre a ver como é que consigo levar a minha cabeça fica à beira do tilt.

Maneiras que isto, começa com um texto sobre o porquê da inscrição, eu escrevi o que está abaixo. Se quiserem acompanhar o processo de escangalhamento de um projeto engraçado, é ir dando conta dos textos que vão aparecer semanalmente.

Prontes.

 

Texto:

Era uma vez uma Gorda que estava sentada a fazer tarefas enfadonhas, deu consigo a consultar o seu blogue e percebeu que tinha um comentário da Caracoleta. Dizia a bicharoca largadora de matéria viscosa “fiz um link lá para uma coisa de um desafio, havias ver que ias gostar”. A Gorda explicou à bicharoca lenta de casa às costas que não percebia de links e que se estava a ver à rasca para saber da coisa.

Três voltas e meia depois, a Gorda chega à publicação do desafio. Quando lê dezassete semanas pensa “Uatafaque, dezassete semanas? Isso em meses dá quanto?”, mal que assalta a Gorda desde a gravidez, quando toda a gente fala de uma métrica temporal que confunde e baralha, sem que haja um propósito suficientemente fundamentado para esse efeito.

Depois de duas regras de três simples e três teoremas de Pitágoras, a Gorda percebe que são sensivelmente quatro meses, então pensa para consigo “um emprego a tempo inteiro, duas horas de trânsito por dia, cães, casa e filho, estava mesmo a precisar de alguma coisa para me entreter durante um quarto de ano!”.

A Gorda acaba inscrita para júbilo de nenhuma pessoa.

Toda a gente fica infeliz para sempre.

Fim.

 

Podem acompanhar todos os outros textos aqui.

 

9 comentários

Comentar post