Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa da Gorda

Casa da Gorda

Ter | 12.03.19

Quem quer casar com o meu cagado?

Gorda

cagado.png

 

 

 

Olá a todos, muito bem-vindos ao novo programa "Quem quer casar com o meu cagado?", o meu nome é Leonor Bajoja e sou a nova apresentadora que se está a cagar para o facto de isto ser daqueles programas que fazem com que as mulheres sejam vistas como um tacho com boca. Ahahahaha.

 

Rio-me muito de forma parva e despropositada, mas é mesmo assim que isto passa no teleponto e eu tenho de ganhar a vida.

Sem mais delongas porque não há estômago que aguente, vamos ver o vídeo de apresentação dos primeiros néscios.

 

 

Edna (45 anos) e Asdrúbal (22 anos)

(faz de conta que estamos a ver um vídeo, tá bem?!)

 

Olá o meu nome é Edna e este é o meu cagado Asdrúbal. É um menino da sua mãe, um cagado de ouro e a mulher que lhe meter as mãos tem de ser uma princesa, tem de saber cozinhar e tem de saber limpar muito bem o aquário, porque o Asdrúbal caga muito e, misturado com os restos de camarão, fica um cheiro a bosta em casa que não se aguenta. O Asdrúbal é DJ voluntário num bar de alterne e tem como paixão não fazer um corno. Estamos ansiosos por conhecer as candidatas.

 

(Edna faz beicinho e ajeita-se gorda nos collants apertados que terminam com os pés enchouriçadamente enfiados nuns sapatos dois números abaixo)

 

Já no programa

 

Leonor Bajoja:

Olá, olá. Eu sei que tenho assim esta cara de parva e que mais vale apresentar esta merda do que arranjar um emprego decente ahahahha. Digam-me, o que esperam encontrar?

 

Edna:

Uma otária que tome conta do meu cagado. Que lhe dê de comer, que limpe a porcaria dele, que o sirva como uma escrava, que me ature e que não se importe que o meu cagado veja outras porque um cagado tem necessidades.

 

Leonor Bajoja:

Ahahahhaha claro que sim! Vamos ver se encontra o melhor para o seu filho. Ainda no dia 8 estive numa manifestação para o dia da mulher, ali a lutar forte pelos direitos e agora estou a apresentar isto, sou uma pessoa que faz multimerdas.

 

(entram para uma sala com uns cadeirões e preparam-se para a primeira entrevista)

 

Entra a entrevistada

 

Jessica Cristina:

(Enverga um vestido de costas nuas, pejado de lantejoulas onde garante apenas o encobrimento mínimo dos mamilos, a saia é de cetim e tem uma racha até Deus sabe onde. Aparenta ter chegado atrasada a um baile da escola)

Boa noite

 

Edna:

Boa noite

 

Asdrúbal:

(Nada, os cagados não falam)

 

Edna:

Sabe limpar com brio.

 

Jessica Cristina:

Não conheço o detergente brio, mas estou disposta a publicita-lo no meu Instagram @jessitaparvacristina2hot. Quanto a limpezas nunca fiz, a escrava lá de casa e a mamã. Ahahahha.

 

Edna:

Estamos mal. O meu cagado precisa de asseio.

 

Jessica Cristina:

Asseio? É uma dança africana? Posso aprender. Sou forte na kizomba.

 

Edna:

Estamos mal. Que idade tem?

 

Jessica Cristina:

Ah essa resposta eu sei: 25 anos.

 

Edna:

Menos mal. Sabe cozinhar?

 

Jessica Cristina:

Não. Isso não. Fico baralhada com os bicos do fogão. Mas aqueço bem coisas no microondas.

 

Edna:

Estamos mal. O que procura num cagado?

 

Jessica Cristina:

O meu sonho e constituir família, por isso procuro um cagado que goste de crianças e que partilhe do meu sonho.

 

Edna:

Certo, mas até haver filhos tem de procurar alguma coisa. O que é que um cagado tem de ter para si?

 

Jessica Cristina:

Isso já não sei. Eu só preparei esta frase. O que eu quero mesmo é aparecer na televisão a qualquer custo e depois ter muitos fãs nas redes sociais e não ter de trabalhar porque os meus fãs me dão coisas porque me dão valor porque eu existo. Trabalhar faz-me mal à coluna.

 

Edna:

Compreendo os seus objetivos porque eu também sou uma totó e aqui o Asdrúbal nunca trabalhou. O meu sonho e ser a Dolores Aveiro.

Quantos namorados teve?

 

Jessica Cristina:

Três. Tive uma relação com 10 anos, uma relação com 5 anos e uma relação com 6 anos.

 

Edna:

Começou a namorar com que idade?

 

Jessica Cristina:

Com 20.

 

Edna:

Sabe fazer contas?

 

Jessica Cristina:

Não.

 

Edna:

Acho que não tenho mais perguntas. Asdrúbal queres perguntar alguma coisa?

 

Asdrúbal:

(Nada porque é um cagado e os cagados não falam)

 

(A entrevistada sai e aparece a Leonor Bajoja)

 

Bem este foi o primeiro programa de “Quem quer casar com o meu cagado?”. Percebemos hoje que a luta pela igualdade de direitos esta na merda e a culpa não é só dos homens, é também de otárias que não querem fazer um corno e que não usam a mona para nada. Querem aparecer na televisão e ser incrivelmente famosas a qualquer custo, mesmo que isso ponha em causa o papel da mulher na nossa sociedade. Ahahahahahaha.

Fantástico!

Amanhã não perca mais um programa, vamos conhecer a candidata Josefa Maria que tem 3 filhos maiores de idade, fuma 2 maços de tabaco por dia, está em péssima forma física, mas quer casar com um cagado de 21 anos. Brutal. Ahahahaha.

 

Até ao próximo programa!

 

Para mais conteúdos podem sempre acompanhar a Gorda no Instagram.

Ou ainda na conta de Facebook.

 

3 comentários

Comentar post